quinta-feira, 4 de maio de 2017

QUANDO VAI ENGRENAR?

POR: JOÃO VITOR VIANA

O Cruzeiro precisa convencer. Muito pelo elenco que possui no papel. Mas, dentro de campo, deve. Deve em comportamento tático, em erros de fundamentos básicos e em atitude. O Cruzeiro raramente propõe o jogo, preferindo jogar no erro do adversário. Quando propõe, tropeça no último passe e acaba não definindo o jogo, caso, por exemplo, do primeiro jogo da final do Mineiro, quando dominou amplamente, mas foi incompetente ao não sair de campo com a vitória.

Diante da Chapecoense, não houve nem um, nem outro. Em apenas um lapso de bom futebol, Raniel abriu o marcador. E o futebol parou por ali. Vimos 90min de futebol ruim, de um time querendo que a partida terminasse logo. Cabeça no jogo de domingo? Bom, acredito que a partida de ontem, pelo valor que tem a competição, merecia uma atenção maior.

Aí, talvez, chegue um torcedor mais exaltado e diga que o rival, mais cedo, poupou quatro atletas e mesmo assim ainda venceu por goleada o seu adversário, fora de casa. E que o Cruzeiro é inferior. Calma, torcedor! Cada jogo é um jogo. Espero, sinceramente, que todos os gols que o nosso rival podia fazer tenham sido feitos ontem. Que eles tenham gasto tudo diante daquele time de pelada, chamado Sport Boys, que no Campeonato Mineiro, fatalmente seria rebaixado. Não vou desmerecer o adversário do rival, que levou de 5 a 1, em casa, na Bolívia. Sem supervalorizarei o nosso, que sequer veio com um atleta titular, a exemplo do que fez pelo jogo da Primeira Liga, no início do ano. Foram dois jogos, um com mais emoção que o outro. Mas cada jogo é um jogo e que domingo, no Independência, possamos rir por último.

Outro Cruzeiro

O técnico Mano Menezes não gostou do que viu, prometeu um "outro Cruzeiro" no domingo e avaliou algumas atuações. Para ele, o time não foi bem, justificou o desinteresse na partida por causa do foco na finalíssima. "Disse a eles que a vitória de hoje (ontem) foi goleada por aquilo que produzimos. Entendo que no domingo teremos um time bem diferente do que a torcida viu diante da Chapecoense". Mano ainda puxou a orelha de Lennon: Ele errou onde não podia e quase cedeu o empate. Tem que tomar cuidado".

Mais chances

Para uma coisa o jogo diante da Chape serviu: alguns reservas devem ter mais chances no time principal. Principalmente Dedé, que voltou a mostrar vontade e foi o melhor jogador do Cruzeiro. Não pensaria duas vezes em colocá-lo domingo. Líder, técnico, rápido e voluntarioso. Jogador de decisão.

3 comentários:

tadjo disse...

Bizarro...êsse só pode ser o termo para explicitar o futebol do time ontem.Aliás,a única boa partida,convincente mesmo,foi a da primeira liga,contra as frangas!!O resto,embora obtendo êxito nas empreitadas até então,foi sofrível!!Que isso?!Que futebolzinho ordinário?!Isso não é Cruzeiro,nem aqui,nem nunca!!Não corrobora com a nossa história,com nossa camisa,nem com nossa grandiosidade!!Falar o que dos jogadores que hoje vestem nossa camisa!!Parece que não treinam,só se reúnem às vésperas do jogo!!Cruz credo!!Arrascaeta,assim como Sóbis,horrorosos!Thiago Neves,nem de longe lembra aquele jogador incisivo,insinuante,da época do fluminense!O cara consegue errar quase todos os passes de metro e meio!!E êsse tal de Alisson...assim como o "craque"Élber,é fraquíssimo,fominha,jogadorzinho meqetrefe que abaixa a cabeça e nada faz de produtivo!!Cadê o futebol verdadeiro do Cruzeiro,Mano?!que é isso?!

Observandotudo disse...

É isso ai tadjo depois querem que a torcida se cale apóie o time blá blá blá.
Mas como confiar neste timeco que toma banho de bola dos reserva da chapecoense e ganha de 1 x 0 sem merecer? No Mineirão. Cruzeiro respeite o Mineirão
Sou de uma época que os grandes tremiam no Mineirão; hoje qualquer nanico vai ao Mineirão e ganha fácil o Cruzeiro
Alguns jogadores e o próprio Mano andaram falando que o time está com a cabeça no jogo de domingo MENTIRA no jogo anterior contra s frangas estavam com a cabeça onde para apresentar aquele futebol medíocre? É falta de vergonha mesmo ou muita farra rolando; os caras não aguentam correr 45 minutos . Lembro em 2002 quando Luxemburgo substituiu Felipao o time fazia 02 gols e tomava 03 no segundo tempo. Enviei emails ao Presidente na época que fizesse exames de sangue duas vezes por semana de surpresa; terminado o ano Luxemburgo pediu a cabeça de 13 jogadores que foram para o inferno; em 2003 o Cruzeiro sem os consumidores de álcool ganhou a tríplice coroa; tá na hora de fazer exames de sangue novamente; o Mano não é o melhor técnico do mundo mas também não é o pior; quem assiste os jogos do Cruzeiro percebe que o problema está nos jogadores com honrosas exceções; eu moro n Bahia vocês que estão em BH por favor observem a falta de pernas e a falta de vontade de acertar, estão tipo curtindo férias permanentes. Já vi esse filme antes. Quando a torcida grita fazem um jogo melhorzinho e depois voltam a apatia normal.
Deixar a Copa do Brasil em segundo plano eh rematada burrice pois com esse futibol merda que estão jogando jamais se classificarao através do Campeonato Brasileiro para a Libertadores.

Diego Pedrosa disse...

É foda, mas carrego o mesmo sentimento de desconfiança e incredulidade com esse time . Defensivamente não vejo até então motivos para críticas ( pelo contrário ). Mas ofensivamente , aquele time no papel que deveria ser um baita time, não vem chegando nem perto de ser um time mediano .