quarta-feira, 9 de novembro de 2016

FÁBIO OU RAFAEL?

Para 2017, se tem uma posição que o Cruzeiro não irá contratar será de goleiro. A não ser que Rafael se lesione gravemente nesses jogos finais do Brasileiro - que isso não aconteça -, a meta celeste já tem dono para a próxima temporada. Sem Fábio, Rafael iniciará, de forma inédita, o ano com a camisa 1. Fábio só deve retornar aos treinos no final de maio ou início de junho. Será que ele voltaria e tomaria a titularidade?
No futebol nunca é possível cravar nada. Dizem que não há verdade que dure 24 horas. E é uma realidade. Apesar de Rafael, hoje, ser o titular e dificilmente falhar, dando uma segurança ao time e à torcida, a sombra de Fábio é gigante, muito mais pela história construída em quase 11 anos de Cruzeiro que pela forma mostrada na última temporada. Aos 35 anos e próximo dos 36 quando retornar, Fábio terá a difícil missão de tirar do seu posto um goleiro promissor de 27 anos, que há 10 espera pela chance de ser o primeiro a ser escalado pelo treinador.
Fábio foi e, até que se prove o contrário, ainda é, o capitão do Cruzeiro. Apesar de a braçadeira estar bem entregue temporariamente ao volante Henrique, Fábio é um líder dentro de campo e um exemplo fora dele. Diferentemente de muitos ídolos e mesmo de jogadores de menor importância - que adoram a noite, baladas e excessos - Fábio é família, trabalhador e um ícone dentro do clube, com quem tem contrato até meio de 2018. Contudo, o tempo vai passando, o momento vai acontecendo e as perguntas vão surgindo: será que ele volta à titularidade em 2017? Difícil responder a essa questão.
Mano Menezes é um treinador que valoriza a meritocracia. Tem dito isso em seus comentários pós-jogo. Barrou Sóbis num instante, Ábila e Arrascaeta em outros. Não seria difícil "barrar" Fábio. Não por deficiência técnica, mas para valorizar Rafael, que vem sendo uma importante peça no time e foi decisivo em vários momentos de instabilidade. O pênalti defendido em Salvador, no final da partida contra o Vitória, é apenas um exemplo. Em 2011, diante do Palmeiras, em São Paulo, defendeu pênalti diante do Palmeiras, o que assegurou o empate fora de casa e um ponto importante na classificação final da equipe.
Acredito que em 2017 pode ser o ano de Rafael e o primeiro que Fábio pode figurar no banco de reservas do time, ao menos por alguns jogos ou instantes. Se isso vai se concretizar, só o tempo vai dizer. Mas o Rafael que subiu em 2007, após ser campeão da Copa São Paulo, já não é mais o mesmo que hoje está no time. Hoje há um atleta seguro, experiente, decisivo, importante para o grupo. Esses 10 anos de suplência foram de muito aprendizado, o que ele mesmo confessa em conversa com amigos. E, talvez, seja a hora de por tudo isso em prática, não momentânea, mas definitiva. Fábio foi e sempre será lembrado por tudo que fez pelo clube, mas se futebol é momento, talvez seja o momento de Rafael assumir de vez essa função no clube. A meta celeste estaria bem entregue.

CURTA A PÁGINA DO NAÇÃO 5 ESTRELAS NO FACE!
CURTA A PÁGINA DO CRUZEIRO ONLINE NO FACE!

16 comentários:

welington vieira goulart Goulart disse...

Eu gosto muito do Rafael , grande goleiro, pega demais! Mais Fábio é Fábio!!

welington vieira goulart Goulart disse...

O time adversário respeita o Fábio , se fosse o Fábio no gol o luan não chutaria aquela bola...

Pedro Henrique disse...

Fabio e Fabio! Mais acho que não intimidaria o luan a chutar aquela bola...

tadjo disse...

Rafael,sem dúvida nenhuma!!Ágil,elástico,pegador de penais...e sai do gol para cortar cruzamentos na pequena área.

tadjo disse...

Fábio já prestou bons serviços ao clube,mas nunca,na minha opinião, se firmou como grande ídolo.E outra,durante toda sua carreira,nunca soube sair do gol,sempre jogava plantado debaixo da trave.O maior goleiro que o Cruzeiro já teve,foi o Dida.

Daniel's disse...

Concordo com o Tadjo.

Fábio foi muito importante num longo período no Cruzeiro. Mas com todo respeito a ele pelos serviços prestados, no minha opinião, o seu ciclo já se encerrou. Os jogadores passam e o clube fica.

Em todos esses anos, o nunca foi unanimidade na torcida. Não é meu ídolo. Não me representa e nunca me representou.

Pedro Henrique Rezende de Castro disse...

O Rafael é um bom goleiro nada de excepcional, inclusive vem falhando assim como o Fabio estava antes de se machucar. Se posicionou pessimamente no 1º gol do Fluminense, ficou encostado na trave e deixou o outro canto escancarado pro Richarlisson bater. Falhou no jogo do Corinthians lá em São Paulo,o gol do Mancuello contra o Flamengo era defensável e além do mais não pega bola firme de jeito nenhum, só sabe espalmar!!! Rafael é um goleiro nota 6,5 não chega a ser um Maizena da vida (Quem se lembra dele?) mas também não é nenhum Dida!!!! ´um goleiro a lá Andre Doring!!!! Fosse eu presidente do Clube, negociaria o Fabio pois o salario está muito alto pelo nível que vem jogando, e contrataria esse goleiro do America-MG, ele é bem melhor do que o Rafael. Assim ficaria com o João Ricardo e o Rafael o que seria um excelente custo beneficio.

Luan Correa disse...

Wellington Nem no Sao Paulo...diretoria incompetente essa do Cruzeiro,poderia nos ajudar muito ano q vem...sua posiçao no campo e uma carençia enorme deus de 2014....

telexfree moc disse...

William praticamente certo com o são Paulo, falta apenas assinar, são Paulo, Corinthians, palmeiras se reforçando enquanto isso Gilvan ZZZzzzzZzzZzZz

telexfree moc disse...

William praticamente certo com o são Paulo, falta apenas assinar, são Paulo, Corinthians, palmeiras se reforçando enquanto isso Gilvan ZZZzzzzZzzZzZz

tadjo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
tadjo disse...

Rafael têm feito boas intervenções,bem ao contrário de Fábio,que além de jogar plantado sob a trave,sua pouca mobilidade e atenção vinham custando dissabores ao clube.A última grande partida feita por ele,(Fábio)foi contra as frangas ainda no primeiro turno,no brasileirão.Já disse e reitero,Fábio encerrou seu ciclo no Cruzeiro.A vida segue e a fila anda,não creio que ele possa agregar daqui em diante.É chegado o momento de renovar,inclusive no gol.

CruzeiroSempre disse...

Esse episódio no Cruzeiro me lembra o que ocorreu no Sport ano passado, onde Magrão é ídolo e se machucou e entrou Danilo Fernandes pegando TUDO. Como consequência, ao voltar de lesão o técnico optou por Magrão, que depois de um jogo perdeu a posição pro Danilo.
Gosto dos dois goleiros, Mano saberá lidar com essas situação.

Humberto disse...

Gente vcs tão de brincadeira.Rafael falhou em vários gols tomados pelo Cruzeiro.Joga muito adiantado e rebate muita bola pra dentro da área.Rafael não é goleiro pra assumir camisa titular do Cruzeiro.

Daniel Carvalho disse...

E o Fábio não falha não. Quer que eu te lembre então lembro,atletico mg na goleada que agnt sofre de 4,paulista tomo dois gols e na final da liberta contra Estudiantes quando a bola passo no seu nariz e ele fica olhando ,então é o seguinte ,Fábio na hora da decisão é um coco um bosta sempre que precisamos ganha algo ele vai lá e falha

Daniel Carvalho disse...

E o Fábio não falha não. Quer que eu te lembre então lembro,atletico mg na goleada que agnt sofre de 4,paulista tomo dois gols e na final da liberta contra Estudiantes quando a bola passo no seu nariz e ele fica olhando ,então é o seguinte ,Fábio na hora da decisão é um coco um bosta sempre que precisamos ganha algo ele vai lá e falha