quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

DESEMPENHO QUE AGRADA


Três jogos, três vitórias. Tudo bem que os adversários não eram dos mais qualificados. Contudo, sempre bom ver a desenvoltura de uma equipe, mesmo diante de times mais fracos. Ontem, diante do Brasília, o Cruzeiro foi melhor, dominou o jogo e construiu o placar quase inteiramente no primeiro tempo. Ao final da primeira etapa o placar marcava 6 a 2. No segundo tempo, mais dois gols, fechando o jogo em um sonoro 8 a 2. O destaque da partida foi Rafael Sóbis, com três gols. Os outros foram marcados por Robinho (2), Arrascaeta, Ábila e Élber.

Boa parte da torcida, analisando a partida, afirmou que não se ilude com jogos-treino. Faz ela muito bem. Mas analisemos o que ocorreu no ano passado, quando Deivid, eterno aprendiz de treinador, "tropicou" diante de equipes inexpressivas, como URT, quando empatou, em casa, por 0 a 0, além de vencer outras, apresentando um futebol "bêbado". Àquele início, o pseudotreinador afirmou que "números não mentem" e que o desempenho do clube estava excelente. Viu-se, posteriormente, que não estava, tanto que saiu para o América na semifinal, quando sequer conseguiu vencer um jogo (perdeu o primeiro jogo por 2 a 0 e empatou o segundo por 0 a 0). O desempenho ruim custou o cargo de Deivid e, o que estava ruim, ficou pior, já que Paulo Bento parecia querer rebaixar o clube, principalmente quando iniciou a "Revolução Portuguesa", apostando em Allano, Gino, Bruno Viana, Fabrício Bruno, Bruno Ramires e outros. Ou seja, esse ano tende a ser melhor já pelos resultados e desempenhos iniciais.

Desempenho bom. Nada mais que isso, é verdade. Afinal, o elenco acabou de voltar de férias, vem de excesso de treinos físicos, técnicos e táticos. Além disso, por mais que a filosofia do ano passado tenha sido mantida, outros jogadores chegaram, vários - o que dou graças a Deus- saíram e ainda requer uma adaptação ao estilo de jogo e o propósito de Mano Menezes para esse ano. Se em 2015 e 2016, o treinador chegou com a missão de salvar a equipe de um vexame eterno, o rebaixamento, 2017 entra com uma nova proposta: títulos. Para isso, o clube trouxe o lateral Diogo, o volante Hudson e o zagueiro Kunty Caicedo. Ainda investiu e trouxe Thiago Neves, que ainda não deverá fazer sua estreia pelo Cruzeiro diante do Villa Nova, domingo, no Mineirão. Isso porque a documentação do atleta tem que vir da Fifa e isso pode levar mais alguns dias. Para Thiago estrear na primeira rodada do Campeonato Mineiro, sua situação deve estar legalizada até amanhã, ao final do dia. Para isso, necessário seria o quanto antes os documentos chegarem à CBF, que teria, ainda, que publicar no BID. Sem essa condição, Thiago não poderá jogar, ficando disponível, possivelmente, para a próxima rodada, contra o Tricordiano, também no Mineirão, ou na primeira rodada da Primeira Liga, dia 1° contra o rival.

Notas da Toca!

Dinheiro chegando!
A parte que cabe ao Cruzeiro da venda do atacante Marinho deve chegar ao cofre celeste entre hoje e sexta-feira. É o que garante pessoas ligadas à diretoria do Cruzeiro. Inclusive é o que o próprio Vitória afirma. Pela venda do jogador para a China, o Cruzeiro vai receber 1,5 milhão de euros, usando todo o dinheiro no pagamento de uma parcela de Ábila e outra de Rafael Sóbis. O pagamento deverá acalmar os ânimos do presidente do Huracán, que tem usado a mídia virtual para cobrar o Cruzeiro. Talvez uma estratégia para tirar o foco da péssima campanha que o seu clube vem fazendo no Campeonato Argentino (atual 28° colocado).

Está com medinho?
Riscos é mesmo uma figura estranha. Quer jogar, mas está escolhendo demais. Recentemente, o Cruzeiro recebeu uma proposta da Turquia por ele. Pagariam cerca de R$ 3,2 milhões pelo "jogador-problema". Mas ele não quis ir. Motivo? Excesso de atentados no país, alvo de 14 no ano passado. Alegando insegurança, rechaçou qualquer chance de ir jogar lá. Se o cara alega insegurança em Belo Horizonte, não é de se assustar. Atacante, além de ruim, é medroso. Espero que acerte, e logo, com o Milionários, da Colômbia. 

Especulando...
A imprensa não pode ver uma ceninha que já começa a especular. Dessa vez pode até estar certa, já que um jogador do Brasília (Marquinho, autor de dois gols no jogo-treino de ontem) conversou durante bom tempo, ainda no Sesc Venda Nova, com o presidente Gilvan de Pinho Tavares, o gerente Paulo César Tinga e com o diretor de futebol, Klauss Câmara. Há quem diga que o Cruzeiro irá contratá-lo e repassá-lo a outro time, como fez com Rony, vendido recentemente ao futebol japonês. Mas Marquinho já tem 28 anos. Vale a pena investir?

Se fosse do eixo...
Henrique acabou não entrando na partida entre Brasil e Colômbia, pelo "Jogo da Amizade". Tite preferiu escalar jogadores "da terra", como Willian Arão, e, quando modificou, também optou quase 100% por atletas do eixo Rio-São Paulo. Apenas Luan não jogava nesse nicho. Até Camilo entrou no jogo. Se Henrique fosse jogador de Flamengo, Fluminense, Botafogo, São Paulo, Palmeiras, Corinthians... tudo seria diferente. Até quando teremos que ver e engolir essas "preferências"? A CBF é e sempre será uma vergonha. 

E que público fraco...

Saindo um pouco do foco do Cruzeiro... que publico fraco no Engenhão! Apenas 18 mil pessoas! Ingressos caros, estádio de difícil acesso... Por que não jogaram, então, na Arena Condá? Facilmente estaria lotado! E por que cobraram no ingresso o valor mais baixo de R$ 70? Absurdo! Solidariedade é algo inerente ao brasileiro. Mas o custo que a CBF criou e o ambiente desfavorável acabou por arrecadar bem menos que deveria. A homenagem foi válida, mas pensaram muito pequeno quanto à logística e finalidade da partida. Talvez porque estejam mais preocupados com a situação penal de seus dirigentes (atuais e antigos), que não podem, sequer, deixar o país, pois serão presos.

5 comentários:

Anônimo disse...

Cruzeiro tá montando elenco mediano. Todos que chegaram sao apostas, inclusive T.Neves que ninguém sabe se vai render.

RUTILHO disse...

Assisti um video do RANIEL que foi comprado em definitivo. Cruzeiro cederá 3 atletas. Olha o rapaz joga demais, seus passes, cobranças de falta já indicam que será útil no profissional. ENFIM, MUITAS LUZES PARA O MANO ENCONTRAR O ELENCO IDEAL.

Revétria disse...

Jean,jogador do Palmeiras, em entrevista disse o contrário: Palmeiras e CRUZEIRO são os mais fortes! É só procurar na net a entrevista.

Anônimo disse...

Joga tanto que em 40 jogos fez apenas 2 gols...

Cláudio Pereira Pereira disse...

Pessoal agora pequetito está de parceria com Artur moraes no radio web e so instalar o aplicativo vamos largar essa itatigalo