quarta-feira, 30 de setembro de 2015

RETA FINAL DE BRASILEIRO... E MUITA COISA AINDA INDEFINIDA

POR: PROFESSOR CELESTINO

Nada ainda se decidiu no Brasileiro de 2015. Na briga pelo título, o Corinthians deu uma bela arrancada, deixando para trás o nosso rival, que sonhava levar o bicampeonato mas, pelo visto, vai ficar chupando dedo. De consolo, um lugar no G-4. Grêmio é um time que também já deixou um bocado de concorrentes para trás. Dificilmente deixa as primeiro quatro posições. A quarta vaga, no entanto, é uma incógnita.

Para se ter uma ideia, até o Cruzeiro tem chance de preencher o quarto posto ainda, pelo incrível que pareça. Embora com chances remotíssimas, que dependeria de um aproveitamento de praticamente 100%, o time de Mano Menezes, segundo sites de estatística, ainda teria como ficar entre os quatro primeiros.

Ao mesmo tempo, o Cruzeiro não se salvou, tendo que ganhar ao menos mais três jogos para praticamente se livrar da degola. A vitória sobre o Coxa melhorou consideravelmente, em termos de números, a condição do Cruzeiro. Para se ter uma ideia, o Coritiba, três pontos atrás, tem 22% de queda. O Cruzeiro, 4%.

E quem vai cair? Nem o Vasco, dado como certo, ainda podemos cravar. Apesar de a situação ainda ser ruim, o time de São Januário vem se recuperando bem nesse segundo turno, vencendo partidas importantes, como a diante do Flamengo, na última rodada. 

O campeonato mais equilibrado da Era dos Pontos corridos promete um final digno e uma disputa cada vez mais acirrada. 

E há ainda quem defenda a volta do mata-mata. 

Um comentário:

Rafael Mendes disse...

Desde que começamos o campeonato perdendo ridiculamente e com Marquinhos no time titular, eu falo que esse ano seria um repeteco de 2011.
E de fato foi, mas acho que já passou. Sofremos muito com a possibilidade de queda e com um time podre em campo, mas parece que reagimos antes da última rodada, talvez pq não tenhamos a tranquilidade de um 6x1 pra encerrar o campeonato.
Com o amadurecimento do time, acho que já dá pra sonhar com uma libertadores caso um time do G4 ganhe a Copa BR.