terça-feira, 20 de outubro de 2015

JORNALISTAS JOGARAM A TOALHA PARA O TIME DO "EU ACREDITO". EU NUNCA ACREDITEI

POR: MARCÃO ANTI-FRANGA

"Eu, não acreditooooo". É tipo isso. Time franga é franga. Ponto! Aqui a gente analisa com razão, emoção e ziquizira! Time sem história fica só no quase. E aquela velha máxima: "A foto do Michael Jackson vai continuar sendo mostrada no Face!".

Lendo a pífia coluna de um jornalista que trabalha aqui em Minas Gerais, ele disse que jogou a toalha. Mas como comentarista do acontecido, falou que desde o empate com o Joinville já tinha desistido. Ah, vai dormir! Adora se dizer o fodão. Não passa de um jornalistinha! Aliás, não sei porque certos veículos de comunicação dão tanto destaque a quem não acerscenta.

Aliás, adora falar mal dos outros. Mas pudera! Quem paga, é endeuzado. Mas quando quem faz isso está há milhares de quilômetros de distância, a metralhadora giratória come solta. Damião que o diga. Demonizado até falar chega. Ou quando pagar alguns dólares. Marcelo Oliveira, de quem não gosto como profissional, foi outra vítima. Mas no meu caso é uma razão pessoal, pois não gosto do tipo de trabalho que faz e com cisma com alguns jogadores. Já este "profissional" apenas o critica porque sempre quis por seu pagador no Cruzeiro. Digamos que até por certo período isso aconteceu. Mas durou pouco. Até mesmo porque o Cruzeiro precisava de alguém de conhecimento, que estuda. E hoje tem esse profissional, digno, trabalhador e identificado com o clube. Ótimo ter um vínculo até 2017. 

Outro jornalista, este que respeito, deu um tiro no pé. Há alguns meses, disse que o maior rival do nosso rival era o Palmeiras. Disse: "O Corinthians não chega". Júnior Brasil, com todo o respeito. Não só chegou, como vai levantar a taça. Também já jogou a toalha. O nosso rival ainda fala que acredita. Mas milagre já aconteceu demais. E acabou a cota!

Comentando ontem com minha mãe, cruzeirense fanática, dissemos um ao outro quase ao mesmo tempo: "Que o capeta vença, menos nosso rival". O capeta, no caso, o Corinthians.

Se os jornalistas jogaram a toalha para o time do "Eu acredito", eu nunca acreditei. Time sem tradição, sem história e pífio, de torcida pífia, para mim, já está no lucro nos últimos dois, três anos. Ganhou muita coisa que em 100 anos não havia conseguido. 

Mas alegria de pobre dura pouco. Então, chegou a hora da gente voltar aos "conformes".

2 comentários:

Francisco Guimarães disse...

Tudo voltando ao normal .!!! No seu devido lugar

Francisco Guimarães disse...

Tudo voltando ao normal .!!! No seu devido lugar