segunda-feira, 29 de setembro de 2014

HENRIQUE ESCLARECE CONTUSÃO: "NÃO FOI NADA GRAVE"

Se depender de Henrique, o técnico do Cruzeiro, Marcelo Oliveira, tem um problema a menos para escalar o Cruzeiro na próxima quarta-feira, em jogo contra o ABC, pelas quartas de final da Copa do Brasil, no Mineirão. Após precisar ser substituído no primeiro tempo do jogo contra o Sport, nesse sábado, por uma pancada nas costas, o volante tranquilizou o comandante e disse que acha que a lesão “não é muito séria”.

"Sofri uma pancada muito forte nas costas. Senti muito no jogo, não estava com a mesma disposição física, estava com dificuldade para correr. Fiz um tratamento e agora estou me sentindo melhor. Agora vou descansar e esperar a evolução do tratamento, mas acho que não é nada muito sério", ressaltou o camisa 8, que acabou atingido pelo zagueiro Durval, do Sport, em uma disputa de bola.

O médico do Cruzeiro, Sérgio Freire Júnior, corroborou a versão de Henrique e disse que, a princípio, Henrique não é uma preocupação. “Foi uma pancada na região das costas, a princípio não preocupa. Fica a questão da melhora, precisamos aguardar, mas a princípio, caso a lesão não evolua, realmente não preocupa para o andamento das competições”, pontuou o médico, que também afirmou que não há nenhum exame de imagem marcado.

Mais tarde, a assessoria do Cruzeiro, por meio do site oficial do clube, afirmou que Henrique será reavaliado na tarde desta segunda-feira, na Toca da Raposa II.

Após o jogo em Pernambuco, Marcelo Oliveira preferiu não adiantar os jogadores que utilizará na partida do meio de semana, mas garantiu que poupará algumas peças. “Vamos aproveitar os melhores jogadores. Mas o atleta muito cansado e propenso a contusão, nós vamos poupar porque temos um elenco muito preparado”, disse. O treinador citou os casos de Everton Ribeiro, Ricardo Goulart e Marcelo Moreno como os mais graves.

Freire Júnior também comentou, rapidamente, a situação de Everton Ribeiro, substituído nesse sábado com grande desgaste físico. “Foi substituído por um desgaste, está tudo certo”, concluiu.

A partida contra o ABC será nesta quarta, às 19h30, em Belo Horizonte. O jogo de volta ocorrerá no dia 15 de outubro, na Arena das Dunas, em Natal. Se avançar, o time mineiro enfrenta nas semifinais o vencedor do duelo entre Botafogo e Santos.


COMENTÁRIO DA NOTÍCIA
O volante Henrique, em 2014, vem tendo uma regularidade impressionante. É um jogador vital para o time e demonstra um posicionamento incrível. Forte na marcação e de ótimo passe, ao lado de Lucas Silva, é um dos mais regulares do time. Ainda é tímido nos chutes de longa distância, qualidade que tem e que poderia ser melhor aproveitada. Mas na questão de posicionamento vem dando show nos jogos do Cruzeiro. É um cão-de-guarda que o time de Marcelo Oliveira necessita e faz muita falta quando não joga. No entanto, diante do ABC, acredito que ele deveria ser poupado. Até para preservá-lo dessa pancada sofrida no jogo contra o Sport. Quando deixou o gramado era um dos melhores em campo. Diante do ABC, quarta-feira, eu optaria por Nilton, um jogador também de muita qualidade e que pode suprir, sem dúvida, a ausência de Henrique, mesmo não tendo a mesma noção de posicionamento de qualidade no passe. No entanto, agrega nos chutes de longa distância e também no jogo aéreo.

4 comentários:

Marcelo cr disse...

Concordo com você, editor desse blog, e digo mais: nesse reta final já sofremos com a imbecilidade de perder jogadores fundamentais pra essa seleção ridícula em jogos que não valem absolutamente nada, o fundamental é colocar todos os reservas para atuarem na copa do Brasil, pois agora ficou muito claro que nosso adversário na briga pelo título é o inter, e eles só jogam uma competição, e não tem convocação ou nada que os prejudique, então o que cabe a nós vamos fazer haja vista que infelizmente com relação a convocação não há o que fazer.

¶Azul•H(«MG»)¶® disse...

Tem que colocar o "time reserva",se é que existe titulares e reservas no CRUZEIRO. Chegou a hora do Marlone,Nilton,Borges,Marquinhos mostrarem serviço. Não sei como anda a situação do Dagoberto,se está curado do problema no púbis,se tiver OK,deveria entrar,para ir ganhando ritmo de jogo. O mesmo pode acontecer com o Bruno Rodrigo,ir ganhando ritmo.

Cláudio Roncalli disse...

Precisamos muita seriedade contra o Inter, eles tão levando como uma grande final e a grande chance de desestruturar o líder.
O E.Ribeiro e Goulart tem que colocar o pé na dividida e não pensar em seleção, e o ataque comparecer, apareceu na frente mete o bambu, não pode fazer firula neste jogo.

RUTILHO disse...

CBF, JUIZ, IMPRENSA TODOS TENTAM NOS PREJUDICAR E NADA CONSEGUEM. SP E CORINTHIANS SUMIRAM DO RETROVISOR. AGORA É A GENTE CONTRA O INTER. VENCER ESSE JOGO QUE É SIM A FINAL ANTECIPADA. VEJAM: ALÉM DO NR DE PONTOS SOMOS MAIS NO NR. DE VITORIAS E NO SALDO DE GOLS. GANHANDO DO INTER SERÃO 9 PONTOS DE DIFERENÇA. FALTAM 13 RODADAS, AÍ É SÓ GANHAR OS JOGOS EM CASA E MAIS UNS DOIS EMPATES FORA E O TETRA SERÁ SACRAMENTADO.