sexta-feira, 29 de janeiro de 2021

O Fantástico Mundo de Dedé: o escravo que recebe R$ 750 mil




O mundo atual é de uma hipocrisia e de uma cara de pau difícil de acreditar. Nem é conversa de advogado somente. Falo isso porque, assim como jornalista, também sou advogado mas há tanta coisa que acontece que, quando a gente acredita que já viu de tudo, eis que aparece um jogador de futebol, dono de porsches, posses variadas e um salário de R$ 750 mil falando que vivia em condição análoga de escravo no Cruzeiro. O cara não tem filtro!

O juiz, quando viu as alegações de Dedé no processo que pede rescisão contratual com o Cruzeiro e uma indenização de R$ 35 milhões, deve ter, no mínimo, dado risada daquilo transcrito ali. Afinal, Dedé alegou que vivia em condição de escravo no Cruzeiro, não recebia seus vencimentos integralmente e que isso o fazia passar necessidade. Eis o Fantástico Mundo de Dedé, o mundo do coitadismo, do vitimismo, da mentira, da necessidade de tirar vantagem em tudo e da extrema cara de pau.

Ainda bem que o juiz não apenas negou o pedido do jogador, como ainda o condenou a pagamento de custas processuais no valor de R$ 277 mil.

É lamentável a postura que muitas pessoas têm adotado e tão lastimável quanto, são as justificativas, as mais infundadas, sobre aquilo decorrido. Dedé, menos! Quatro anos no estaleiro e recebendo integralmente, dançando funk em festa com o joelho todo ferrado e vem falar de escravidão?

Assim como disse o juiz, atualmente vivemos em um país onde pessoas, em plena pandemia, lutam para sobreviver com um salário mínimo. Essas pessoas, Dedé, não reclamam de barriga cheia! O senhor, que já foi chamado de "mito", além de jogar sua história no Cruzeiro no lixo, mostra-se uma pessoas de índole terrível. É inacreditável quando Dedé pede a palavra e tudo costuma dar errado. 

O melhor caminho seria o senhor propor rescisão com o Cruzeiro de forma amigável. Mas quer sair na vantagem, como saiu em todos os anos no DM do clube e isso a justiça não vai permitir. Vamos ver no que isso vai dar. Enquanto isso, aquele que se diz viver em condição de escravo pode continuar comendo seus brioches, queijos importados, vinhos franceses, dentro de seu carro do ano.

Por: João Vitor Viana

Twitter: @jvviana

11 comentários:

Anônimo disse...

Ex jogador em atividade. Acabou contrato com ele HOJE somente de risco.deveria este mercenário aprender uma coisa a justiça divina tarda mas não falha.

João disse...

O Dedé tem que toma no meio do cu dele. Ingrato .

Cruzeiro Cabuloso disse...

Confirmado.

Felipe Conceição e o novo técnico do Cruzeiro.

Vivi disse...

A justiça não falha... não é atoa que não aguenta jogar e nenhum time se arrisca a contratar um jogador tão podre (em todos os sentidos).

Afoncio disse...

Esse mal caráter deveria é devolver dinheiro ao Cruzeiro e não querer mais extorquir do clube alguma coisa. Esses anos todos no DM e nada de retorno. Pra mim juntamente com o traíra Rafael, que deixou de jogar num clube grande, onde ganhou vários títulos, se projetou, viveu às custas do clube desde as escolinhas e na primeira oportunidade, meteu o pé no balde e foi ser reserva num clube sem tradição, sem títulos e que vive às custas de empresários, que são na verdade os donos daquela pocilga. Bem que podiam levar o dançarino Dedé pra lá também e assim tudo ficaria bem pra essas duas malas.

Unknown disse...

Mal caráter só estava no dm os dirigentes erraram feio em contrata-lo

Anônimo disse...

Vai tomar no c.... ingrato

Fabrício disse...

Mercenario

Santos31 disse...

Ou e o observa tudo ? Por onde anda? Será que pegou Covid? Sumiu.

Unknown disse...

Deveria arruamaar um emprego levantar cedo e pegar um busão lotado aí daria valor a vida, por isso o Cruzeiro tá na merda por causa de pessoas como ele.

#Justica disse...

Esse juiz deve ser Marial;. Se ele tem contrato e as Marias caloteiras devem a ele os salarios, tem que cobrar mesmo. E acabar com essas marias caloteiras de uma vez. BBBBBBBBBBBBBBBBBBBBB. Falaram tanto de BI e agora tem um BI na serie B. kkkkkkkkkkkk