terça-feira, 23 de dezembro de 2014

TIME BOM DE MATA-MATA É UM TIME CHEIO DE LÍDERES

POR: RAPOSO SENSATO

O Cruzeiro tem um elenco invejado no Brasil inteiro.

Há dois anos manda e comanda o Brasileiro.

Um torneio que requer regularidade, capacidade, grupo, elenco forte.

O Cruzeiro tem.

Contudo, desde 1997 não vencemos uma Libertadores.

São quase 20 anos correndo atrás do maior título da América do Sul.

Esse ano deixamos escapar diante de adversário muito mais fraco, que até veio a ganhar a competição.

Mas éramos melhores.

Só não tínhamos o espírito do campeonato.

Porque não temos muitos jogadores com esse perfil.

No Cruzeiro, uma campanha controlada é a saída.

Quando é mata-mata, não rende igual.

Não sei se pela falta de motivação dos jogadores.

Pela falta de mobilização do treinador.

Ou pelo perfil mesmo de cada atleta.

É necessário ter líderes em campo.

Jogadores que se cobram durante o jogo.

Que joguem com raça, "malandragem" e que sejam decisivos.

PRECISAMOS DE LÍDERES EM CAMPO!

Para isso, temos que formá-los ou trazê-los.

Para trazer, temos que tirar o escorpião do bolso.

Porém, pelos discursos do presidente nos últimos dias...

... é mais fácil acreditar que há Neymar, Ganso, Robinho e Diego na nossa base.

Porque é assim que nosso presidente, praticamente um "pedinte", tem dito suas atrocidades.

Há cinco anos lutamos pelo Cruzeiro e por administrações coerentes!

4 comentários:

Boa Nerge disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Boa Nerge disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Boa Nerge disse...

Raposo Sensato, venho falando isso á tempos. Nossos jogadores não tem um pingo de malandragem e muito menos catimba. Não sabem segurar resultado e as vezes passam um sufoco danado. Além do mais, precisam de mais raça.

Assistiu ao jogo do San Lorenzo contra o Real no mundial? O San Lorenzo é um time infinitamente inferior ao Real e ao Cruzeiro como você mesmo mencionou, mas joga com raça, são super malandros, e catimbam até quando estão perdendo. Isso nos faz muita falta. Não vejo um jogador assim no Cruzeiro, talvez o Nilton.

Boa Nerge disse...

O time rosinha por exemplo faz rodízio de faltas e ainda matam as jogadas de contra-ataques, são malandros, e infelizmente sabem como jogar um mata-mata.

O MO tem que orientar mais e os jogadores precisam de ter mais pegada, mais raça, e mais vontade.

O Cruzeiro sempre foi conhecido por ser um time de toque de bola, de jogo bonito, mas só isso não é e não serve como sinônimo de um time vencedor.