segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

VITÓRIA NO PASTO

POR: MARCÃO ANTI-GALO

A FMF só pode estar de brincadeira. Já diria Joel Santana: "Você está de brincation with me?". Não é possível o estado do gramado do Mamudão, em Governador Valadares. Quem viu o jogo pela televisão ou mesmo foi ao campo ontem, viu um estádio e um gramado jogados às traças. Impressionante como pode um time não saber administrar ou não ter competência para manter um gramado ao menor nível exigido para a prática de um bom futebol.

Há anos o Castor Cifuentes está no mesmo nível: de pasto. A bola quica, não rola. E nessa época em que a perna do atleta ainda pesa pela falta de ritmo, o jogo em si fica ainda pior. Quando a gente fala que em breve esse campeonato vai acabar, por essas e outras razões que continuo reafirmando.

O Cruzeiro, por sua grandeza, não pode ficar arriscando seus atletas em pastos como o Mamudão. Um verdadeiro absurdo! Contusões - ainda bem que não veio -, são fáceis de acontecer. E enquanto os clubes pequenos vem ao Mineirão e desfrutam de um estádio de Copa do Mundo, o Cruzeiro é obrigado a ir jogar em verdadeiros buracos. 

Por isso sempre defendo o Campeonato Mineiro - enquanto ainda existe -, como um torneio teste para aqueles que não vem sendo aproveitados e para os jovens que acabaram de subir da base. É uma chance boa para avaliar Eurico, Bruno Ramires, Judivan. Nos primeiros jogos, é verdade, é como uma pré-temporada estendida, dando ritmo aos titulares. Mas a partir da terceira ou quarta rodada, vamos de mistão mesmo porque no final a gente vai estar facilmente entre os quatro, até pela falta de qualidade de 90% das equipes desse campeonato.

É importante o Cruzeiro focar na Libertadores e ir dando chance ao "Time B" no Mineiro. Manter 22 jogadores em ritmo de jogo é importante. Ontem ganhamos por motivos diversos, principalmente pela entrada de Joel na equipe. Aliás, é bom o técnico Marcelo Oliveira saber escalar o time. Marquinhos não dá. Aliás, não sei o que foi pior ontem: o estado do gramado ou o futebol do Marquinhos.

4 comentários:

cruzeirotetra disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
RUTILHO disse...

Os times do interior mineiro só disputam o mineiro de janeiro a março de cada ano.Após esse período seus campos ficam fechados para a prática esportiva. No mais é um show aqui outro acolá por isto o gramado desaparece.
Como cuidar sem arrecadação? Gostaria de saber qual é o time A e o B para definir quem deve jogar o mineiro. Ainda não temos não é mesmo? Calma...

Leandro Pereira Olegário disse...

Coitado do Damião a bola não chega nele, achou que ia jogar com Everton Ribeiro, Ricardo Goulart, Lucas Silva e acaba com Marquinhos (horrível, Willian que é fundamental mais está jogando em outra posição e Henrique que joga muito mais também está fazendo outra função (fazer a vez do Lucas Silva não é a dele).Ainda bem que esse time ainda é só um rascunho, temos que aguardar todos os reforços entrarem em campo pra ver se vai ou não dar liga. Rumo ao Tri da Libertadores.

tiago rocha disse...

Sou cruzeirense e acho um perigo os jogadores ,jogarem no campo assim mas antes de criticar a o time do democrata deveria buscar a fundo a real situação que a cidade enfrenta com falta de agua antes de sai criticando!!!