domingo, 5 de outubro de 2014

FALTAM SEIS!

POR: MARCÃO ANTI-GALO

Nas minhas contas, faltam seis vitórias para sagrarmos campeões. Tetracampeões. No meu modo de ver, independentemente de cálculos de alguns matemáticos, com 74 pontos ninguém mais alcança o líder. Sendo nós o líder e hoje com 56 pontos, cabe a nós vencermos mais seis, o que significa ter um aproveitamento de 50% até a reta final para erguermos a taça.

O caminho não será fácil como muitos pensam. Apesar de termos jogos contra adversários teoricamente fracos no Mineirão, como Botafogo e Criciúma, além de Palmeiras (o local do jogo vai depender do novo julgamento no STJD) em casa, times que estão na parte de baixo da tabela, o momento pode fazer que a partida seja mais dura do que se jogarmos contra equipes que brigam por uma posição no G-4. Afinal, ninguém quer ser rebaixado, haja vista o Criciúma, que ontem, mesmo com o pior ataque da competição, venceu nosso rival por 3 a 1. E olha que teve bola na trave, o que poderia significar um placar ainda mais elástico, tão quão foi aqueles célebres 6 a 1 que enfiamos nas frangas.

Enfim, as cartas estão na mesa e cabe ao Cruzeiro, com os pés no chão, fazer essa contagem regressiva vencendo os jogos, seja dentro ou fora de casa. Não podemos arregar, não podemos relaxar. O Cruzeiro, hoje, tem o melhor time do Brasil, sem dúvidas e tem que provar isso a cada jogo, principalmente jogando duas competições ao mesmo tempo e tendo pouco tempo para descansar.

Com o apoio da torcida, com a raça dos jogadores, com a união do grupo celeste, esperamos, a cada rodada, que essa contagem regressiva seja em nosso favor. Vamos juntos, em busca do tetracampeonato.

2 comentários:

¶Azul•H(«MG»)¶® disse...

Humildade e perseverança,união.Acredito que o CRUZEIRO chega lá sim,não podemos vacilar no maracanã,afinal arbitragem... Tomar cuidado contra o retranqueiro do CÚrintia e os contra-ataques.

RUTILHO disse...

Importante é que o clima continua o mesmo. Time focado, vacinado, não se deixa levar pelo oba oba dessa imprensa bandida, enfrentas as adversidades com maturidade. Não existem trilhas mas sim um caminho largo a nossa frente onde o TETRA já está bem visível. Com o olhar no chão para não tropeçar e para frente para não perder o foco, só isso basta.