domingo, 16 de novembro de 2014

EM BUSCA DE TAMBÉM SER O MELHOR VISITANTE

Uma vitória sobre o Santos, neste domingo, na Vila Belmiro, vai significar para o Cruzeiro não somente um passo a mais na luta pelo título do Campeonato Brasileiro. Vai valer também a retomada da hegemonia como visitante nesta edição da competição, perdida para o São Paulo no último domingo. Em 16 jogos atuando fora de casa, o Cruzeiro conquistou 26 pontos. Foram sete vitórias, cinco empates e quatro derrotas, o que representa aproveitamento de 54,16%. O São Paulo tem 28 pontos em 17 jogos longe do Morumbi, o que dá um percentual de 54,90% dos pontos. O Tricolor Paulista venceu oito, empatou quatro e perdeu cinco destas partidas.  

As duas últimas rodadas foram fundamentais para que o São Paulo aumentasse o aproveitamento, já que venceu Vitória e Criciúma, ambos por 2 a 1. O último jogo do Cruzeiro fora de Belo Horizonte foi o empate por 1 a 1 com o Figueirense, dia 25 de outubro. Se a Raposa conseguir a vitória em Santos, chegará a 29 pontos e ultrapassará os 28 do São Paulo.

Dividido entre a disputa da Copa do Brasil, competição da qual disputa a final contra o rival Atlético-MG, e o Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro vai com força máxima neste domingo. Se levar em conta o retrospecto contra o Santos, como visitante, em competições nacionais, o time mineiro pode acreditar num bom resultado, já que em 30 jogos nestas condições, venceu 12, empatou cinco e perdeu 13.

O último duelo entre as equipes na Vila Belmiro foi pela semifinal da Copa do Brasil, no dia 05 deste mês. Apesar do empate por 3 a 3, a equipe mineira deixou a partida classificada para a final da competição.

Jogos do Cruzeiro fora de casa no Brasileirão 2014:
Figueirense 1 x 1 Cruzeiro, em Florianópolis
Vitória 0 x 1 Cruzeiro, em Salvador
Flamengo 3 x 0 Cruzeiro, no Rio de Janeiro
Sport 0 x 0 Cruzeiro, em São Lourenço da Mata
Coritiba 1 x 2 Cruzeiro, em Curitiba
São Paulo 2 x 0 Cruzeiro, em São Paulo
Fluminense 3 x 3 Cruzeiro, em Rio de Janeiro
Goiás 0 x 1 Cruzeiro, em Goiânia
Criciúma 0 x 0 Cruzeiro, em Criciúma
Botafogo 0 x 0 Cruzeiro, no Rio de Janeiro
Palmeiras 1 x 2 Cruzeiro, em São Paulo
Corinthians 1 x 0 Cruzeiro, em São Paulo
Internacional 1 x 3 Cruzeiro, em Caxias do Sul
Atlético-MG 2 x 1 Cruzeiro, em Belo Horizonte
Atlético-PR 2 x 3 Cruzeiro, em Brasília
Bahia 1 x 2 Cruzeiro, em Salvador




3 comentários:

jose newton starling moreira disse...

Em caso de empate em número de pontos, o Cruzeiro é campeão. Saldo de gols e vitórias. O Problema são o Marcelo Moreno e Maquinho. Dar passe pra eles, é devolver a bola para o adversário. Estes pernas de pau estão sacaneando o ataque do cruzeiro. Não consegui entender até hoje, como que um técnico deste nível não vê, não enxerga a ruindade destes dois. Nenhum dos assessores alerta este técnico. qualquer torcedor que não entende de futebol percebe a ruindades desta dupla que mais atrapalha do que ajuda o ataque.

¶Azul•H(«MG»)¶® disse...

16 minutos do segundo tempo,ontem contra o santos. Qual foi o lance que ocorreu? O melhor jogador do Santos ,Lucas Lima,tomou umacanteta entre as pernas,apelou,tomou o amarelo... Qual jogador do CRUZEIRO,proporcionou esse belo drible?

jose newton starling moreira disse...

Daqui 50 anos ele consegue por acaso, repetir um drible comum como qualquer outro. Observe bem quantas vezes ele perde a bola (igual criança) para qualquer jogador até de time da zona de rebaixamento. Repare que ele evita caminhar com a bola.Assim que a recebe, em 1 segundo toca para seu companheiro. Enfim, ele apanha da bola o tempo todo. Isto é atacante? Compare com Luis Fabiano.