terça-feira, 11 de março de 2014

CRUZEIRO PERDE JOGANDO FEIO E DECEPCIONA TORCEDOR

POR: MARCÃO ANTI-GALO

O Cruzeiro voltou a decepcionar, desta vez no Uruguai, ao perder para o Defensor, um time acanhado, assim como seu estádio, por 2 a 0. O Cruzeiro, na minha opinião, foi mal escalado, teve azar e falta de competência no final das contas. Tinha tudo para voltar com os três pontos. Mas as mas escolhas de Marcelo Oliveira em concomitância com a péssima apresentação celeste foram primordiais para a derrota. Jogou feio e mereceu perder.

Novamente o treinador insistiu com Rodrigo Souza, que há três jogos vinha mostrando queda no futebol. Estranhamente deixou Lucas Silva no banco e sequer levou Elber e Alisson, que seriam boas peças de contra-ataque, uma vez que se tratava de um jogo complicado fora de casa e que essa estratégia deveria ser a utilizada.

Marcelo preferiu escalar seus preferidos, mesmo que alguns não estejam em condições ideais de jogo nem mostrando uma forma aceitável de futebol. Nilton, sem Lucas, caiu muito de produção. Everton Ribeiro e Ricardo Goulart bateram cabeça e a bola, quando chegava em Moreno, mais parecia um poste, que batia e voltava. Ontem, somente Dedé se salvou, sendo o destaque do jogo. Egídio fez uma das piores partidas com a camisa do Cruzeiro, juntamente com Rodrigo Souza. 

Ficamos aqui pensando o que faz o treinador fazer certas escolhas. Rodrigo Souza barrar Lucas Silva? Willian ser reserva em um meio que não cria? Sinceramente, Marcelo tem que rever alguns conceitos, dar chances aos que estão engajados com o time e pensar jogo a jogo. Ficar nessa tática fixa que todo titular tem um reserva e que o esquema é sempre o mesmo, com os mesmos jogadores, não só acomoda quem joga como desmerece quem tenta estar entre os 11.

O JOGO
O Cruzeiro, desde o início, nunca buscou o gol. O goleiro do Defensor não fez, sequer, uma defesa no primeiro tempo. No segundo, poucas oportunidades criadas. A melhor delas, um pênalti, foi cobrada de forma displicente por Dagoberto. E em um momento que o Cruzeiro crescia e tinha um jogador a mais. Mas mal colocado em campo, com jogadores que mais atrapalhavam que ajudavam, o Cruzeiro acabou se rendendo à força uruguaia, que com pouca técnica, conseguiu chegar. E por duas vezes pôs a bola no fundo do gol celeste. Alerta vermelho ligado. Nova derrota na Libertadores pode por fim ao sonho celeste e arrisco: ao cargo do treinador. É bom ele começar a enxergar a partida. Libertadores é para profissionais. Que as escolhas sejam feitas de uma maneira melhor. Lucas e Willian já nesse time!

4 comentários:

RUTILHO disse...

Lucas Silva foi o companheiro ideal para o Nilton ano passado e agora para o Rodrigo Souza. Conclusão: ou jogam Nilton e Lucas ou Rodrigo e Lucas. Nunca Rodrigo e Nilton. Rodrigo é mais marcador, protege bem a zaga e cobre um ou outro lateral, essas são suas virtudes; Nilton marca menos, é um pouco mais lento, apóia mais, aparece bem na área nas bolas alçadas. Everton R. caiu demais precisa pegar um banco ou ser substituído vez por outra; Willian é titularíssimo porque tem uma excelente movimentação, nas faltas e escanteios é um excelente garçom e só por isso não deve sair do time nunca haja visto o grande número de bons cabeceadores que temos e ele torna-se uma arma mortal para essas situações. Para ele entrar que saia Dagoberto ou Goulart e doa a quem doer!

RUTILHO disse...

E TEM MAIS: ALISSOM EXCELENTE MEIA PENDENDO PARA A ESQUERDA E ÉLBER ÓTIMO MEIA DIREITA QUE COM SEUS DRIBLES ABRE DEFESAS. SÓ PARA FICAR NESSES.

RUTILHO disse...

ENTÃO, BANCO PARA EVERTON, BANCO PARA GOULART, BANCO PARA DAGOL. ASSIM MEXE-SE COM O EGO DELES, CRIAM VERGONHA NA CARA E PASSAM A PRODUZIR.

cleiton Gama disse...

Concordo,MO tem que fazer igual o Muricy fez com o ganso no Sao paulo.