segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

VITÓRIA MAGRA, MAS UMA VITÓRIA

Campeão brasileiro, o Cruzeiro reencontrou sua torcida e deu o primeiro passo na temporada 2014 com vitória. Na estreia pelo Campeonato Mineiro, o triunfo sobre a URT, no Mineirão, foi garantido com um gol de Ricardo Goulart, aos 43 minutos do primeiro tempo.

Com a base do tricampeonato brasileiro, o time celeste dominou a partida e criou diversas chances de gol. No entanto, o Cruzeiro não conseguiu balançar as redes por mais vezes em função de uma grande atuação do goleiro Giulliano.

Na segunda rodada do Campeonato Mineiro, o time comandado por Marcelo Oliveira enfrentará a Caldense, em Poços de Caldas, no próximo sábado, às 19h30. Já a URT tentará somar os primeiros pontos diante de sua torcida, em duelo com o Boa, no domingo, às 17h.

Em arsenal de chances, Goulart deixa sua marca

Empurrado por sua torcida e com o entrosamento que carrega desde o Brasileirão, o Cruzeiro buscou o gol desde o início de jogo. Logo aos 2 minutos, Ricardo Goulart pegou sobra dentro da área e chutou para fora. Souza e Everton Ribeiro também estiveram perto de abrir o placar.

Embora fossem raras as chances da URT, o time de Pato de Minas levou perigo ao goleiro Fábio. Aos 14 minutos, Erick cobrou escanteio da direita e Robinho desviou no travessão.

Sem se assustar, o Cruzeiro manteve a pressão e também acertou a trave. Everton Ribeiro chutou de fora da área, Giulliano se esticou para desviar e a bola bateu no travessão antes de ir a escanteio.

O grande volume de chances cruzeirenses contou ainda com arrancada de Ricardo Goulart, porém o meia falhou na finalização ao invadir a área. Já o centroavante Borges cabeceou rente à trave ao receber cruzamento de Ceará.

As redes foram, enfim, balançadas aos 43 minutos da etapa inicial. Egídio cruzou da ponta esquerda e Ricardo Goulart, com um peixinho, marcou o primeiro gol do Cruzeiro em 2014.

Goleiro da URT para atacantes cruzeirenses

Novo grito de gol da torcida celeste foi impedido pela arbitragem aos 2 minutos do segundo tempo. Em disputa pelo alto na área da URT, Dedé encostou o braço na bola e o árbitro sinalizou infração. Na sobra, Borges havia completado para o fundo da meta defendida por Giulliano.

O goleiro da URT também foi o primeiro responsável por impedir o segundo gol cruzeirense. Aos 9 minutos, Lucas Silva chutou de muito longe. A bola tinha endereço do ângulo, mas Giulliano salvou a equipe de Patos de Minas.

A sequência de chances do Cruzeiro levou o goleiro adversário a se transformar no grande destaque da partida. Giuliano fez duas defesas consecutivas, em cabeceios de Bruno Rodrigo e Ricardo Goulart.

Em busca do segundo gol, Marcelo Oliveira acionou o banco de reservas e as opções do treinador foram protagonistas em mais chances desperdiçadas. Júlio Baptista, que entrou na vaga de Borges, deu forte cabeceio por cima. Já Willian, substituto de Dagoberto, desviou muito perto ao aproveitar cruzamento da ponta esquerda.

A terceira substituição do Cruzeiro empolgou a torcida. Marcelo Moreno estreou em sua segunda passagem pelo clube celeste e teve uma boa chance com chute de fora da área, defendido por Giulliano.

Cruzeiro 1 x 0 URT

Cruzeiro

Fábio; Ceará, Dedé, Bruno Rodrigo e Egídio; Souza e Lucas Silva; Everton Ribeiro, Ricardo Goulart (Marcelo Moreno) e Dagoberto (Willian); Borges (Júlio Baptista)
Técnico: Marcelo Oliveira

URT
Giulliano, Iran, Pablo, Marcelo Silva e Marcel; Marzagão, Erick, Thiago Matos e Michel (Wendell); Paulo Roberto (Eraldo) e Robinho (Leo Mineiro)
Técnico: Luís Eduardo

Motivo: Primeira rodada do Campeonato Mineiro de 2014
Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte
Data: 26 de janeiro (domingo)
Gol: Ricardo Goulart, aos 43 minutos do 1º tempo
Árbitro: Marcos Vinícius de Sá dos Santos (CBF/FMF)
Assistentes: Frederico Soares Vilarinho (CBF/FMF) e Marco Antônio da Silva (FMF)
Cartões amarelos: Marcel e Marzagão (URT)
Pagantes:
11.843
Presentes:
12.864
Renda:
R$ 409.190,00 


3 comentários:

RUTILHO disse...

Meu placar era 8 x 0 mas diante das circunstâncias esse unzinho ficou de bom tamanho. Me surpreendeu esse time da URT: aplicado,eficiente, bem preparado fisicamente e muito bem dirigido. Sem dar pancadas segurou o jogo, mandou uma bola na trave, fora aquela bola que o atacante tomou do Fábio caraca! O time até que jogou de forma regular. Displicente nas conclusões. Independente do torneio seja estadual, nacional ou sulamericano, na hora de finalizar que seja um bico, vai ser gol do mesmo jeito. Preciosismo demais prejudica. Acho que se o Élber tivesse entrado ontem abriria a defesa deles.

cleiton Gama disse...

Com um elenco desse o cruzeiro deveria pedir a cbf para pode fazer 5 substituições kkkkkkkkkkkkkkkkk

mayrinkb disse...

Dagoberto não deveria ser o titular e sim o Willian, vai acabar prejudicando o Cruzeiro principalmente na libertadores, gosta de arrumar confusão à toa numa dessas vai acabar sendo expulso....