sexta-feira, 16 de maio de 2014

RICARDO GOULART RECONHECE QUEDA EM 2014

Após a eliminação na Libertadores para o San Lorenzo, Ricardo Goulart admitiu que a equipe caiu de rendimento em 2014, principalmente se comparada ao ano passado, quando conquistou o Brasileirão com sobras. No entanto, o meia-atacante negou que a razão disso seja a acomodação dos jogadores e projetou a reação imediata. 

"Não acredito que se acomodou. Se não, iria perder todas. Isso é um momento que estamos passando. Creio que agora o foco vai ser totalmente diferente nessas competições que vamos enfrentar (Brasileiro e Copa do Brasil). Espero que o resultado positivo possa vir e podemos dar sequência até a parada para a Copa do Mundo", afirmou.

O Cruzeiro foi tricampeão brasileiro com um futebol envolvente e o melhor ataque do Brasil, tendo ótimo desempenho jogando em casa. Já nesta temporada o time oscilou bastante, conseguiu conquistar o título mineiro, mas não convenceu na Libertadores e viveu de altos e baixos durante toda a competição. Até mesmo em casa venceu apenas dois dos cinco jogos disputados.

Ele crê que o time vem sofrendo com a marcação dos rivais, que já aprenderam a jogar contra o time celeste. "Hoje o pessoal vai jogar contra o Cruzeiro e já sabe os pontos fortes. Já sabe anular algumas jogadas, como o toque de bola, o jogo aéreo, que está sendo fundamental. Não existe nada de extraordinário, espero que a bola volte a entrar de novo já no final de semana", disse.

Uma das razões para o mau rendimento do time pode ser também a queda de Ricardo Goulart, que se destacou em 2013 e não conseguiu repetir o mesmo nível de atuações nesta temporada. "Tenho autocrítica sim, sei que se comparar ao ano passado não está sendo a mesma coisa. Mas tenho a confiança dos meus colegas, a minha, o que é muito importante. Sei que a boa fase vai aparecer", comentou.

Apesar do trauma pela eliminação na Libertadores, o jogador acredita na reação para a sequência da temporada. "Os jogadores ainda estavam pensando, mas a gente tenta esquecer já. No final de semana temos um jogo muito importante, dentro de casa ainda. O grupo treinou bem, temos que crescer, não adianta ficar remoendo. Vamos em busca dos três pontos para recuperar a confiança e conquistar um resultado positivo em casa", ressaltou.

Já eliminado da Libertadores, o técnico Marcelo Oliveira deverá voltar a escalar o time titular no próximo sábado, às 18h30, contra o Coritiba, pela quinta rodada do Brasileirão. Lucas Silva, Alisson e Wallace são os desfalques do treinador para a partida. Ele ainda terá que esperar o resultado do exame de Samudio para saber se poderá contar com o paraguaio.

Um comentário:

Cláudio Roncalli disse...

O Cruzeiro jogava com velocidade e triangulações, fazia tabelinhas e chegava na cara do gol com muita rapidez e ainda tinha a bola parada que era mais forte do que agora. Acho que sente falta do Dagol, com mais vontade, do Borges em forma, do Ceará, L.Silva, William, Nilton, Everton Ribeiro e RG que caíram de produção, todos juntos. Precisamos recuperar a seriedade, calma, frieza e equilíbrio em campo, para voltarmos a vencer.