quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

OLHOS PARA OS JOVENS!

POR: JOÃO VITOR VIANA

A última vez que o Cruzeiro ganhou a Copa São Paulo, a única vez por sinal, foi em 2007. Na ocasião, revelou o goleiro Rafael e o atacante Guilherme, hoje no nosso rival. Daí por diante outros vieram da base, como Alisson, Lucas Silva, Mayke, Elber, Alex, Eurico. A promessa em 2015 é dar chance a outros meninos, como Judivan, Hugo Ragelli e Bruno Ramires, três promessas da base. E isso é um compromisso que dá resultado.

Temos pela frente o fraco Campeonato Mineiro, que jogamos com equipes praticamente amadoras, com todo o respeito que merecem. Mas a distância econômica é tanta que o sonho deles nem é vencer, mas sim revelar um ou outro jogador para que os grandes comprem e eles ganhem dinheiro. Nessa competição é que devemos testar os meninos, principalmente esses que estão fazendo bonito na Copa São Paulo. Independentemente de vencerem ou não a competição, vários atletas ali mostraram que têm futuro se forem bem trabalhados. Por não sabermos aproveitar alguns talentos da base, deixamos alguns escaparem. Hoje estão bem na Europa, como o goleiro Gabriel, o lateral Vinicius Freitas e o quase aposentado Maxwell, que esteve, inclusive, na última Copa do Mundo.

Os olhos têm que estar na base, nos jovens. O Cruzeiro é um time formador, tem uma base forte e atletas de talento. Basta saber trabalhá-los. Esse lateral-esquerdo que o clube está emprestando ao Botafogo-SP, é muito bom, principalmente ofensivamente. Talvez valesse mais a pena dar chance a ele que manter o tal Breno Lopes. 

Sou um defensor da base. Sempre serei. Acho que a gente só deve contratar aquilo que não conseguimos produzir. Nem sempre teremos um grupo forte na base, mas sempre haverá um ou outro que merecerá uma chance no time de cima. Caberá ao treinador saber aproveitá-lo da melhor forma. Assim ganha o Cruzeiro, que não precisa gastar com atleta que vem de fora e forma um grupo identificado com a história do time, o que tem sido muito difícil no futebol, seja em que clube for. 

3 comentários:

RUTILHO disse...

A base tem que ser priorizada. Agora, se ficar enchendo o elenco de contratações cria-se uma barreira e esses jovens nunca tem oportunidades no mínimo 2 ou 3 chances no time de cima e mesmo se agradar não alcançam a titularidade. Vieram Borges, Dagol, Marlone e agora onde estão? Elber é o exemplo foi para o Coritiba e agora para o Sport. Fez 2 ou 3 belos gols, se contundiu umas 2 vezes e já tá fora dos planos. É PRECISO TER CUIDADO SENÃO ALISSON. JUDIVAN, EURICO, BRUNO RAMIRES VÃO PARA O MESMO BURACO!!!

Paulo disse...

não acho isso,o time do Cruzeiro atualmente tem praticamente um time de jogadores da base,e o Marcelo Oliveira já provou que sabe a hora e o momento certo,além que Hugo Rageli,ao fim da Copa São-Paulo vai subir tb,no nosso time atual temos 3 jogadores da base no time titular,e a maioria irá entrar nos decorrer da partidas,minhas grandes apostas da base desse ano são o Judivan,Hugo Rageli e Eurico.

Rafael Quirino disse...

Sou um real defensor da base mas vamos e venhamos essa safra é péssima. O Hugo Ragelli é um caneludo.
Tem q dar chance ao Judivan e o Eurico esses tem bom futebol