quarta-feira, 11 de março de 2015

COMPARAÇÕES QUE LEVAM A NADA

POR: RAPOSO SENSATO

A função da imprensa é noticiar, anunciar, enunciar e denunciar.

Mas certas horas ela mais cria que faz as demais obrigações.

Cria estatísticas, faz comparações esdrúxulas, enfim, inventa notícia.

Muito se vê isso em mídia virtual, em que a notícia é mais rápida e é necessário uma atualização maior.

No jornal, há aquele espaço, em revista, o mesmo.

Mas em sites, não há espaço.

Ou melhor, sobra.

Há tanto espaço que nos primeiros três jogos de Damião já estavam falando que ele teve início melhor que Moreno no ano passado.

Agora vem a comparação de Alisson com Willian.

E de Arrascaeta com Ricardo Goulart.

Calma, imprensa!

Vamos esperar um semestre ao menos para fazer os primeiros prognósticos.

Hoje pode-se comparar o início do clube, as estatísticas do técnico... nada além.

É necessário ter um parâmetro.

E, no Cruzeiro, o parâmetro é do próprio clube ou de quem estava aqui no ano passado.

Esse tipo de comparação, para mim, não passa de "embromation", ao mais antigo estilo Joel Santana.

Enfim, se a imprensa fala de lá, a gente rebate de cá.

Cada um é cada um.

Esperamos que Arrascaeta, Alisson, Willian e aqueles que aqui estiverem no Cruzeiro, independentemente de comparação, honrem esse uniforme.

Até porque, diferentemente de outras equipes, há história e muitas glórias.

2 comentários:

¶Azul•H(«MG»)¶® disse...

Lembrando que o Arrascaete ,além de mais jovem que o Goulart,veio de outro País,outra cultura. Suponha que será o craque do Brasileirão 2015 e a faixa do Penta,já pode ser encomendada.E a seleçãozinha borralheira,heim? Perdeu de virada par a super seleção venezuelana,quando ganhava de 2x 0 e deixou virar...Não convocaram o atacante Marcelo,prova disso que temos ótimos olheiro e técnico. avante brasil.
Ops: Gol da Alemanha. 7 x 1 ETERNO.

¶Azul•H(«MG»)¶® disse...
Este comentário foi removido pelo autor.