segunda-feira, 28 de abril de 2014

EMPATE AMARGO

Apesar de atribuírem ao erro da arbitragem o empate sofrido no final da partida com o São Paulo, neste domingo, em Uberlândia, os jogadores do Cruzeiro admitiram que houve falha de marcação. O zagueiro Bruno Rodrigo, que foi o pivô do lance, criticou o árbitro e lamentou o vacilo da defesa celeste.

"Infelizmente em uma falta que não existiu, na minha opinião, e infelizmente também tomar um gol em uma falha de marcação nossa. Teve o erro do juiz, mas foi um erro de posicionamento nosso", afirmou o zagueiro.

Ele também valorizou o desempenho da equipe e projetou o duelo contra o Cerro Porteño, pela Libertadores, na próxima quarta-feira, em Assunção. "Acho que valeu pelo empenho de todos, agora é descansar, colocar a cabeça no lugar. Quarta-feira tem um jogo importantíssimo, aqui já passou, não volta, tem que pensar na sequência de jogos", destacou.

Também já pensando no jogo contra os paraguaios e nos próximos compromissos do Cruzeiro na temporada, o volante Nilton disse que o revés no fim tem que servir de lição para o time celeste, que já viveu situação parecida contra o Defensor Sporting, no Mineirão, quando cedeu o empate em 2 a 2 que deixou o time em situação complicada na Libertadores.

"Ali o Antônio Carlos teve uma felicidade de cabecear na grande área, são alguns erros que no começo está até tranquilo, vamos suportar, mas mais para frente não pode repetir, porque pode acontecer em jogos cruciais", afirmou o volante.

O camisa 19 admitiu o sabor "muito amargo" pelo empate sofrido praticamente no último lance da partida. "Tem que rever isso ai para não acontecer novamente, infelizmente aconteceu hoje. Mas a equipe se portou bem, foi uma partida digna de dois times grandes e agora tem que mudar a chavinha para a partida de quarta contra o Cerro", observou.

Como empatou em 1 a 1 na primeira partida disputada em casa, o Cruzeiro precisa de uma vitória simples no Paraguai. O empate só dá a classificação se a equipe de Marcelo Oliveira marcar dois gols ou mais. O 0 a 0 classifica o time da casa e novo 1 a 1 leva a decisão para as penalidades.

Um comentário:

cleiton Gama disse...

Axo que para o jogo de quarta feira o cruzeiro deveria ir com mayke no lugar de ceara e o nilton no lugar do henrique.O henrique não esta jogando mal porem pelas necessidade do jogo o nilton poderia se sair melhor,pq esse jogo vai ser resolvido nos detalhes quem errar menos leva, com o nilton o cruzeiro ganha mais força nas jogadas aerias