domingo, 13 de abril de 2014

EMPATE E TÍTULO

POR: MARCÃO ANTI-GALO

Placar zerado é título para o "Zêro". E foi isso que aconteceu, hoje, no Mineirão. Com chances de marcar, primcipalmente no primeiro tempo, a Raposa acabou não definindo com qualidade, parando ou na trave ou no goleiro do rival.

No segundo tempo, o jogo ficou parelho e indefinido. O jogo, no entanto, mais reservava disputas no meio-campo que na área de quaisquer dos times. Fábio e Victor foram exigidos e não foram vazados.

Muito atleticano está chorando um suposto pênalti em Jô. Sinceramente, vi o lance mais de cinco vezes e ainda não cheguei a uma conclusão.

Fim de campeonato e a taça está em nossas mãos. E de forma invicta. Neutralizamos o rival, soubemos usar a vantagem ao nosso favor e voltamos a gritar: "É Campeão!".

O que fica na história é a conquista. O choro fica na cama, que é lugar quente.

Foguetes e buzinaços já tomam as ruas de BH. Quer dormir hoje, vai para o Marrocos!

3 comentários:

Raquel Lopes disse...

Chora com loucura, com loucura chora....kakakaka. É rapaz o Milton neves disse que o brasileirão que o Cruzeiro ganhou foi sem graça pois pontos corridos não tem graça. Agora disse que foi sem graça este mata-franga.

Cláudio Roncalli disse...

Dois títulos em um só dia. Só o Cruzeiro tem. Afinal que tava jogando pelo empate? parece que as frangas tavam precisando do empate, o Fábio nem pegou na bola.

RUTILHO disse...

Se houve falta foi fora da área é só rever com atenção o lance. Gostei de ver o Dagol distribuir porrada nessa cachorrada. Everton deu show, bailou, apanhou, viram o que o Pierre fez com ele? Aquilo é prisão e o juiz (Viaden, bicha gaúcha) fingiu não ver, afinou e não expulsou. Ficou barato esse 0x0. Tá bom, primeiro título ainda em abril, rumo ao bi da tríplice coroa.